domingo, 19 de setembro de 2010

Não entendo certa inteligência...


Em geral, evito falar de política. Apesar de não gostar, estamos em época de eleição. Somos obrigados a votar (um direito que passa a ser um dever), e sobretudo obrigados a ter que engolir as "propagandas eleitorais gratuitas", nas rádios, TVs e ruas...

Eu li um blog que continha um artigo interessante: Ele é "o cara"?

O que é mais me impressiona, é que a maior parte das pessoas cultas deste país, que é a maioria da população que sustenta este governo, pagando altos impostos e sendo explorada por esses políticos e donos do poder, mesmo expressando opinião contrária, não faz nada prático e não consegue reverter a tendência (sinistra e nefasta) desta eleição, e periga dela continuar posando como "a tal" e efetivamente ganhar, e tudo continuar piorando (ou pelo menos não melhorando como poderia)!...

Eu não sei se as estatísticas das pesquisas de opinião são falsificadas ou maquiadas, mas parece que há muita gente que quer mesmo a canditada do cara, e diz que com ele está ótimo e que ela é a continuidade (?!?!).

Tudo bem aceitar que o povão ainda quer "o cara"... Mas é tão óbvio que ela não é ele, e fica tão evidente que "a tal" é outra farsa (e olha que o cara está "tecnicamente" fora, e "oficialmente e praticamente" nunca mandou nada!)... E ela já está seguindo os mesmos passos, não sabendo de nada (de mais escândalos que vêm à tona), não vendo nada (é, parece que essa forma de governar dá certo)...

O que eu questiono é que "o povo", que paga e sustenta esse país e que diz NÃO querer, não deveria ser capaz de impedir isto?

Será porque a inteligência racional é o último estágio da evolução humana e portanto são poucos que a compreendem e a exercem eficazmente?

Procurando algumas citações no meio acadêmico, encontramos:

"Uma nova verdade científica não triunfa por convencer seus oponentes e fazê-los enxergar a luz, mas porque seus opositores ocasionamente morrem, e uma nova geração cresce achando que ela é normal."
Max Planck

"A ignorância é uma situação que isola a pessoa tão hermeticamente quanto uma prisão."
Simone de Beauvoir

"A vida não-inteligente está sobrepujando a vida inteligente na Terra."
Salvador Nogueira

"Um povo ignorante é instrumento cego de sua própria destruição."
Simón José Antonio de la Santísima Trinidad Bolívar Palacios y Blanco

Ou seja, parece que sempre que a Inteligência e a Ignorância entram em conflito honesto, a inteligência perde feio!

Mas não deveria ser o contrário? Se a Inteligência, quando confronta a Força Bruta, sai ganhando, por que perde justo para a Ignorância, quando esta é a falta de Inteligência racional? Não entendo!...

Tudo indica que, se a Inteligência usar de ardis, ela ganha; mas se for honesta no confronto, ela SEMPRE perde.

Então, se a questão parece explicar que a lógica está sucumbindo aos interesses vis da população, isto seria porque o povo genericamente seria "corrupto e corruptível"; e, ao mesmo tempo, isto seria porque o povo está raciocinando de forma honesta.

Ora, isto leva a um contra-senso absurdo: como pode o povo "corrupto e corruptível" do Brasil ser "honesto" ao usar sua inteligência?

Com todo respeito à inteligência das pessoas, realmente, não dá pra entender...


Eu li noutro blog que, por razões bem justificadas, com um posicionamento criterioso, ao contrário de muitos que só criticam e não apontam opções coerentes e por iniciativa decente, argumentava para "na falta de opção direta de um candidato, vote na legenda".

Então eu pergunto: e na falta de opção para legenda? Por que votar em partidos que não há clareza numa linha política e podem mudar de rumo ao bel prazer? Por definição, não são unidos em torno de causas claras, e são divididos (daí, "par/ti/dos").

Eu ainda defendo o direito de anular o voto como protesto ao sistema obrigatório de votos, e a favor de votação eletrônica com emissão de comprovante.

Se o "quociente eleitoral" é um ponto fraco num sistema justo de votação, que o "consciente político legislativo" trate de mudar! É um absurdo isto.

O direito ao voto nulo como demonstração clara de que nenhuma das opções é "escolhível", em tese não fere os resultados (se interfere, é por causa da regra como está), pois se esses políticos são eleitos, que não sejam com meu voto (é meu direito NÃO escolher!), e o serão pela maioria votante representativa ainda que esta seja mínima, como por exemplo apenas 10 votantes.

Mas, independentemente da minha opinião e argumento, tenho que concordar que nem novas opções aparecerão em tempo útil para estas eleições, nem quem pode mudará a regra de contabilização de votos tão cedo. Porque ela é interessante aos partidos, e principalmente aos candidatos tipo "ficha suja" e em quem você ou a população jamais votaria! Porque o excedente de votos de um candidato popular e super bem votado, como Tiririca e outros super-astros que não têm nenhuma experiência política, legislativa ou executiva, graças ao tal "quociente eleitoral" seria distribuído para eleger um monte de novas marionetes e velhas raposas da política nojenta, infelizmente!

Assim, talvez seja melhor, onde couber, escolher uma legenda "menos pior" do que não dar seu voto para eleger quem você não quer, até que mudem a lei (se é que isto acontecerá algum dia). Mas para isto, você terá que conhecer TODOS os candidatos do partido para quem dará seu voto, e não apenas escolher um só (ou dois, no caso de senadores)!... Já comecou a assistir e a prestar atenção aos programas do horário eleitoral gratuito? (há também a pesquisa na internet, para os mais interessados)


10 comentários:

Mirian Martin disse...

Caramba! Eu tinha esquecido do detalhe: ter que assistir aos programas para conhecer os caras.:(

Andre Martin disse...


Mirian:


Há também a pesquisa na internet, para os mais interessados, e que não se dispõem a ver TV ou ouvir rádio. Há sites com as fichas de todos os candidatos!...

FÁBIO LUÍS STOER disse...

Amigo blogueiro,

em primeiro lugar, agradeço o seu comentário, ele realmente me fez perceber coisas em que devo melhorar, e melhorar muito, prestar atenção e acima de tudo, entender as propostas dos que, tão generosamente, me permitem aprender, como você fez comigo, por exemplo.
E gostaria que você soubesse também que, tornei-me seu seguidor, por justamente perceber toda qualidade e conteúdo que está presente no seu blog, e quero um dia, poder perceber no meu.

Espero que vocë tenha uma grande semana.
um abraço,

Fábio Luís Stoer

Pedro Galuchi disse...

Na falta do parlamentarismo, a solução seria o voto distrital e a efetiva representação proporcional na Camara Federal. Enquanto isso não ocorrer, o "braziiu varemnós" continuará sendo a republiqueta clientelista.

Mari disse...

Meu querido...

Tema complicadíssimo hein?
Bem André, eu já desisti de falar da minha indignação.
Vejo tanta gente com a mesma opinião que eu, porém as pesquisascontinuam mostrando o contrário (é everdade que eu não sei até onde estas pesquisas são demonstração da realidade...).
Enfim meu querido, eu tenho certo e seguro um candidato, que é o Alex Manten, para Deputado Estadual. Porque este eu conheço de verdade, sei o que fez, o que faz e o que ainda fará na minha região..Este eu sei que tem caráter uma coisa raríssima no meio político.
Ma snão é fácil escolher tantos cargos quando temos tão poucas opções decentes!

Então que tal você também votar no Alex? Estaria dando seu voto a alguém que vale a pena! rs
Sabe, eu sou cabo eleitoral dele, que tem ajudado nossa ong de verdade!

Dois beijos procê!

André Luis disse...

Muito sucesso!

Iara disse...

Sabe que eu gosto quando vejo alguém externalizando seus pontos de vista político?
Compreendo o que falas, mas por outro lado, eu te pergunto, alguma vez na vida você ou alguém da sua família já foi abordado por alguém do ibope ou sei lá de onde pra perguntar sobre suas pretensões políticas?
A questão toda ao meu ver está na concorrência, se a candidata apoiada pelo presidente tivesse um ou outro candidato que pudesse tirá-la do pedestal, poderia rever a situação. Mas aí que mora o risco, seu principal concorrente não consegue fazer isso.
Inteligência você usa pra muitos fins, mas na hora de ter voto seja pra que diabos for, coloca ela com outros fatores.
Aí que eu venho a te perguntar: Você está numa pobreza do cão, lhe resta o voto, você vai negar o beneficio próprio? Por favor sem hipocrisia. Não julgo meu pai quando ele diz que votará em quem o lula mandar porque foi durante o governo dele que papai comeu melhor que durante todos os seus 70 anos e certa vez eu tive que perguntar se ele não se importava com tamanha lama e sugeira que foi visto em seu governo, ele só me disse que não ia resolver um governo limpo e o povo na miséria.

Em casa mesmo eu desisti de usar a o raciocínio e minha capacidade de argumentar e de analisar quem faz a melhor política ou onde está a razão.
Dia desses eu estava no twitter me lembrei do meu ultimo voto pra presidência, sim, lembro-me de quase todos os votos, eu votaria de novo no Senador Cristovan Buarque, votei uma vez, daria de bom grado.
Se você visse a propaganda eleitoral de Tocantins meu nobre Andre, você ia morrer do coração! A coisa é uma piada!!
:(
:(

Iara disse...

ahhh eu nao votei no segundo turno, estava viajando.

Vanessa Souza Moraes disse...

Boas frases celébres.

André Luis disse...

Como sempre, tem bomm gosto.

Related Posts Relacionados with Thumbnails