quarta-feira, 9 de março de 2011

bendita maldição bem dita


"Qual o seu maior medo?
Pois é este que terá que enfrentar,
mais cedo ou mais tarde!"


Mesdre


Medos e Remedos. Remendos e Remédios.

Dito em alto e bom som, com letras grandes e claras: não adianta fugir dele, por mais apavorante que ele seja. Uma hora, um dia, terá que encará-lo.

Por exemplo: se você morre de medo de envelhecer, pode ser que tenha que se admitir idoso ao se enxergar do outro lado do espelho, ou diante das enfermidades, ou mediante a constatação da perda de suas capacidades.

Medos dos mais variados: de ficar pobre, miserável, egoísta, inválido, ter que usar óculos, atrofiar o pênis por desuso, ficar sozinho e sem ninguém, de ter filhos, da síndrome do ninho vazio, da depressão, de amar, do desamor, do desemprego, do apocalipse, da ira de Deus, da morte...

Um dia, por mais que não queira, por mais que tente evitar, seu Medo virá ao seu encontro para lhe perguntar: "você está pronto?"...

Parece até um trailer de um roteiro de terror...

Mas é assim que acontece, é assim que fingimos viver, é assim que nos enganamos o tempo todo, dissimulando isto dos outros e disfarçando nossos fantasmas de nós próprios... Isto não lhe parece impróprio?




Bônus:

Ensaio sobre o Medo.

Dica: quer ver um filme que trabalha o tema do medo o tempo todo, sem meter medo? Assista a "Batman Begins".
Eu sempre recomendo o filme "Batman Begins" como um excelente ensaio sobre o tema "medo", em vários aspectos, e exaustivamente.
Uma obra de psicologia e debate filosófico, disfarçada na fantasia de super-herói de histórias em quadrinhos.
Este filme é muito mais do que uma encenação de histórias em quadrinhos de super-heróis e super-vilões.


"Por que caímos, Patrãozinho?
É para aprendermos a nos levantar!"


Alfred Pennyworth (Batman Begins)


Uma pérola:

"Sábios corajosos admitem-se
medrosos e, covardes, continuam vivos,
dominando seus medos."


Mai Vega (do blog Mundos e Peles e Inspirar Poesias)


Li um post legal sobre o tema do medo, em http://mundos-e-peles.blogspot.com/2009/05/medos-preservacao-e-modernidade.html/, que me inspirou o seguinte comentário em 31/05/2009:


Sentir medo dos extremos, e das mesmas coisas que se apresentam com muitas possibilidades...

O medo da escolha, ou o medo do arrependimento? O que nos mete mais medo??

Eu temo pelo destemido, que cairá pela ausência de prudência.


"A verdadeira coragem não é sentir medo,
mas de ousar enfrentar e encarar seus próprios medos."


Mesdre, inspirado no famoso Anônimo

Por que os medos dos outros... estes não nos mete medo!

"Medo...
me dá vontade
de ficar à vontade.
sem medo = sem me dó = sem dó de mim."


Mesdre

"Ter medo...
Até os mais valorosos valentes temem!
A insegurança é uma constância.
O que os torna admiráveis é que eles não o demonstram
e a maioria acredita que eles sabem o que fazem.
Mas no fundo, somos todos iguais.
Então por que não ser como eles?
Enfrentar o medo, de frente e adiante."


Mesdre

"Não tenha medo de ter medo!
Não teima: não tema! Eis o tema."


Mesdre



Pergunta:

Quem disse: "o Medo e o Pânico são meus irmãos" ?


Resposta:

Na astronomia, os satélites que orbitam o planeta Marte receberam os nomes de Fobos e Deimos.

Na mitologia greco-romana, os deuses Ares e Afrodite (para os gregos, ou Marte e Vênus, para os romanos), tiveram como filhos os gêmeos Fobos (= Medo ou Fobia) e Deimos (= Pânico ou Terror), e também Harmonia, deusa da harmonia e da concórdia.

É interessante como se revela a sabedoria grega na retratação da psicologia comportamental humana:
a harmonia se colocando entre o pânico e o medo, todos derivados ou frutos do amor e da guerra...




Pense:

TE_MOR = MOR_TE
TEr aMOR = arTE MOR

A MaiOR diferença é o AR que se respira?

Amai com arte e sorte!


4 comentários:

Jaqueline Köhn disse...

Nossa, quanta profundidade ...
Que medo...rs

Erika Freitas disse...

Humm, eu tenho medo de morrer. Não do "depois da morte", mas de morrer mesmo... ^^
Realmente Batman Begins é um filme que ilustra bem toda essas coisa de enfrentar seus medos.
Mas eu espero que demore bastante pra que eu enfrente o meu!
E você, André? Qual é o seu medo?

tossan® disse...

Rapaz, não tenho mede morrer, mas depois do que você escreveu to com medo é de viver... Genial! Abraço

ღα૨gѳђ ખ૯૨ท૯૮ઝܟ disse...

"Medo...
me dá vontade
de ficar à vontade.
sem medo = sem me dó = sem dó de mim."

Mesdre


[ainda tenho porões]

beijo

Related Posts Relacionados with Thumbnails