segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

Poema perdido


"Quando nuvens parecem distantes, 
sempre vemos uma ave (ou uma nave) voando em nossa direção, 
enquanto todas as outras voam em sentido oposto, rumo ao sol!

Onde estavam as pessoas que me cercavam?

Para onde iam meus gritos 
que libertei de meu peito?

A que profundezas mergulhavam meus pensamentos 
em busca de mim mesmo?

Eu ouvia suas vozes, eu via seus brilhos, 
mas não podia tocá-las: eram apenas imagens?

Quem está aí? Ora, são ecos do nada..."



(André Martin, em algum momento na década de 80, entre 1980 e 1982)



Um comentário:

Iara disse...

Voce andou tomando umas nao foi?

Related Posts Relacionados with Thumbnails