sábado, 14 de março de 2009

Essauna

Introdução:

O texto a seguir é poema narrado em Nhengatu,
língua falada na Amazônia e parente do Tupi,
do idioma falado pelos primeiros brasileiros e paulistanos ancestrais.

Está no vídeo fornecido logo em seguida.
O produtor, Jackson Abacatu, que é gente boa (aba=pessoa + catu=bom),
também é animador e possui um blog.
Estou divulgando aqui, sem seu consentimento ainda,
portanto aproveitem porque este post pode sair do ar
caso ele não goste desta minha iniciativa.

Pessoalmente, acho Muito Bom! Tanto a animação, quanto o texto em si, e a idéia de deixá-lo em língua indígena é interessante e soou melhor neste poema do que a tradução!

Ou seja, uma mensagem que diz muito, muita verdade, em muitas línguas!


Essá-una

Olhos negros durante a noite
Comedores do silêncio
Sombras correm pelo caminho
O medo é grande
Eu estou só
Não tenho abrigo
Onde esconder?
Eu quero ir
Quem me procura?
Eu sei que você anda
Quem me procura?
Mostre seu rosto
O vazio está perto de mim
A verdadeira voz se esconde
Andante, sim, eu sou
Aurora não chegará
Quem me procura?
Eu sei que você anda
Quem me procura?
Mostre seu rosto
Então eu vi o seu rosto
Sem boca, sem nariz
Dois olhos e sem orelhas
Seu nome era claro como o dia:
A Mentira!


Essaúna
Animação com narração na língua indígena
http://www.fiztv.com.br/f/v/12238


Olhos Pretos

Essaúna
pitujabé
Uara kiriri sui
Anga nhana apé rura
Xikyssijeba açu

Aicó ojepebe
Nda xe oca i
Marã ngoty mima
Ai potara xe só

Abá xe ekara?
Xe cuaá nde atá
Abá xe ekara?
Ei epiak ukar nde obá

Puraíma pyri ixe bó
Eté nheenga nhenima
Atassuera, pá, aicó
Aracê nda syka ne

Nd´aicó i ojepebe
Aicó apuê oca sui
Mbaé resé mima?
Ai potara monhanga nhum

Abá xe ekara?
Xe cuaá nde atá
Abá xe ekara?
Ei epiak ukar nde obá

Coytê a epiak o obá
Suí sema, suí ti
Mokoi essá, suí nambi
O rerá endi iabé ara:
Moema

10 comentários:

Alma Nua disse...

...além de divulgar a
linguagem de um povo
indígena,
tbm uma maneira interessante
de adjetivar a mentira.

bj

obs:
aquela foto de abertura
do In Foco, e em maranduba,
e fica a exatamente 5 minutos
do meu cantinho neste paraíso.

Selena Sartorelo disse...

Não comento para mentir, nem para lhe agradar.
Comento do que gosto ou do que não gosto demais. O que não percebo, sobre ele não escrevo.

Muito bom! Tanto o poema quanto a animação, parabéns aos seus criadores e a você que o divulga.

abraços,
Selena

Iara disse...

oiiiii
po, tive que colocar o leia mais pro povo ver que escrevo outros textos também....
eiii calma ai nao vou mudar nada;
:D

Olha se tu nao dissesse que isso é indigena eu pensaria que fosse algum idioma de algum país esquisito.
Voltei.
:D

Abacatu disse...

Anauê!
Agradeço ao André pela oportunidade de figurar meu video em seu blog! E ainda colocar a letra e tradução! Abraços e parabens pelo blog!

manzas disse...

Tocavam os raios ensolarados e madrugadores
Nas vastas planícies, terras por conquistar…
Do chão brotavam vidas e esperanças de amores
Colhidas por ninfas ao som de flautas, a dançar

Mas nessas terras, também corriam ventos de tirania
Trazidas por lordes e senhores de um Rei ditador…
Cobrando liberdade a um povo que por ela ardia
Forçados às leis impostas pelas espadas, suor e dor

Um resto de uma agradável semana!

Bem-haja!

O eterno abraço…

-MANZAS-

lugirão disse...

Muito bom.

Muito bom divulgar o trabalho de outros.


Beijos

Vivian disse...

...moço inquisidor,

hoje é o nosso dia,
20 de março o dia dos blogueiros.

...pois e não é que inventaram
um dia para nós os blogueiros
sem cura?!!
rss

algumas pessoas criam seus blogs
apenas para passar o tempo.
outras com a idéia de mostrar
seu trabalho, outras ainda,
para encontrar amigos, fazer
amigos e até encontrar amores,
por que não?

não importa a maneira,
importa sim que estamos
aqui a cada dia trocando
energias, emocionando-se,
e fazendo emocionar por
meios de um simples ecrã
que toma vida quando
colocamos nosso
coração em contato com os
amigos muitas vezes sem rosto,
mas que conhecemos a alma,
esta que, ao contrário das
plásticas ilusórias, não tem
poder de mascarar-se, e que
portanto, no decorrer dos posts
e suas qualidades, deixam-se ver
como realmente é, que espírito
habita este ser, quantas afinidades
podemos encontrar com ele por aqui
num simples teclar, ou toque de
mouse.

este é o poder dos blogs.
o poder da internet unindo
pessoas por um fio.
uma fina rede de fios,
permitindo que teias invisiveis,
levem para cada coração
sintonizado, as melhores emoções.

feliz dia à todos nós,
blogueiros sem cura.
rsss

bjs

Mai disse...

...Estou impressionada!
E eu me conheço.
Quando fico nesse estado de apoplexia é porque me emocionei, além do normal, mesmo.
Me emocionar não é muita novidade mas além do normal é coisa que vai além da borda...
Muito, muito bom.

quanto aos 'ovinhos'...
Adorei!

Agora fotografia não é simplesmente uma boa câmera uma bela paisagem e sorte...
É também e mais, a luz e um olhar para além do óbvio.

Já vi fotos fantásticas que foram conseguidas com câmeras muito simples...

De qualquer modo reitero os elogios e deixo-te um abraço.

Poisongirl disse...

Fiquei inrigada em ver o vídeo lendo sua animação com ele ...realmente muito interessante.

O traçado do animador , a angústia.
Arte verdadeira.

Que bom que temos vc para nos apresentar , sempre , novas formas de linguagens e visões do mundo André.

Vale dizer que estava com saudade?
Muitaaa meu implicante favorito , bjks.

Mai disse...

Andre, te 'linkei' no
'inspirar-poesia' ok?


Abraços,

mai

Related Posts Relacionados with Thumbnails