terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Às compras

(Parte 1:)

Filhorinhas 1 - Às compras


Filhos crescem rápido, e logo-logo temos que sair desesperados a comprar roupas e calçados para eles, que via-de-regra precisam para uma apresentação ou qualquer outra coisa de escola ou festinhas, sempre avisados de última hora. Bem, se bem que não adianta também estarmos sabendo com antecedência de um mês porque nesse meio-tempo aquele vestuário todo pode já estar curto.

E lá fomos às lojas de shopping center, procurando roupas para o filho mais velho, que tinha uma apresentação da escola de música logo mais à noite, e o código seria padrão branco! Claro que ele não tinha nada, opção nenhuma em cada... Imagina! Filhos adolescentes vestindo roupas e tênis brancos no dia-a-dia... É pedir para encardir: chamar de branco, só por mera lembrança!

O par de tênis foi fácil. Achamos um num preço razoável (nunca são baratos!), ele calçou, serviu, gostou (isto é, não contestou - que ótimo!), levamos! Na verdade, sem dizer, ele gostou muito. Tanto que já quis sair da loja com par já calçado.

Depois de rodar muito, procurando, finalmente achamos uma loja que só vendia roupas brancas. Havia 5 atendentes esperando algum cliente entrar. Entramos e uma delas veio nos atender, enquanto as demais continuavam a dobrar algumas peças de roupas para guardar nas estantes, finjindo-se ocupadas. A mocinha atendente, solícita, ouviu o que buscávamos, e entregou uma calça para o Davi experimentar, e este seguiu para a cabine, ouvindo atrás nossos conselhos óbvios mas quase inúteis: "tira o tênis, antes de vestir a calça (nova e limpa)"...

Curiosamente, qualquer pergunta que se dirigia a qualquer uma delas, por exemplo, "que época do ano há mais procura por roupas brancas?", elas hesitavam em responder ou todas olhavam para a mais jovem, que era quem nos atendia, e também quem tinha respostas seguras para todas as perguntas. Obviamente era a mais velha da loja, apesar da jovem idade, e as outras mais maduras seriam novatas no emprego...

Foi quando, o Davi sai do provador com a calça vestida, e que lhe caiu muito bem também! O tênis até combinava com a calça. Parecia um mocinho. E ele foi nos entregando a calça que usava antes, como quem diz "paga logo e vamos embora". Daí, eu e Mirian dissemos quase que uníssono: "Ah, não! você não vai vestido com esta calça branca para casa, não". Traduzindo, o que no fundo pensávamos era: "ela é para a festa de hoje à noite. Se sujar antes, já era! Deixa então para sujar lá, mas pelo menos vai limpo e bonito".

Então ouvimos a resposta que muito nos surpreendeu: "Ah, não! Dá muito trabalho ter que tirar e colocar este tênis. Eu vou assim mesmo pra casa!". A loja inteira pos-se a rir, o que talvez tenha lhe convencido a voltar atrás e "destrocar" a calça.

E nesse esperar, mais perguntas para as atendentes, procurando envolvê-las e também quebrar o silêncio da loja: "qual a peça mais barata que vocês tem aqui para vender?", perguntei (já que tudo parecia tão caro). Como sempre, a mesma mocinha era quem sabia a resposta: "são as camisetas tipo regata, simples, uns 20 reais". O nosso pequeno, que aguardava impacientemente a hora de ir embora, resolveu intervir: "Que nada! São as meias!", mostrando-se observador e atento! A mocinha, meio sem graça, reconhece (que não sabia TODAS as respostas): "É mesmo! Puxa, como ele é esperto! As meias estão na faixa de 5 reais o par... Eu tinha me esquecido delas.".

E a gente pensa que esses garotos não são práticos e que ainda precisam ser ensinados...


--------------------------------------------------------------------------------

(Parte 2:)

Comentários pessoais:

Temos uma coleção de historinhas de filhos, a que chamo Filhorinhas, muitas reunidas com o propósito de não esquecermos de passagens curiosas e divertidas ocorridas com nossos filhos, e para divulgar por email entre amigos e parentes distantes do nosso convívio diário, e quem sabe posteriormente tornar-se um livro, visto que elas eram do agrado de todos.

Algumas delas foram publicadas em posts pela Mirian (http://caldeirao-da-bruxa.blogspot.com) em seu primeiro blog, no Caldeirão da Bruxa (http://caldeirao-da-bruxa.myblog.com.br).

Aqui vou publicar algumas mais recentes, pelos mesmo motivos que já fizemos antes.

Espero que se divirtam.

2 comentários:

iara disse...

adoro estorinahs de crianças...morro de rir.

e ufa! enfim vou poder te ler no firefox!
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Glutone Insanu disse...

Passei tantos anos de minha vida não querendo ter filhos...

agora tenho medo de estar velha para tê-los!

Quem entende?
Ótimos seus blogs!

Related Posts Relacionados with Thumbnails